Pular para o conteúdo principal

Juarez Anunciação e entrevistado em Portugal


Frente a frente com Tex Willer!

Entrevista conduzida por José Carlos Francisco.
Para começar, fale um pouco de si. Onde e quando nasceu? O que faz profissionalmente?
Juarez Anunciação: Nasci em Salvador, Estado brasileiro da Bahia, no dia 29 de Dezembro de 1989. Estudei desenho industrial, esculturas, artes plásticas e actualmente trabalho como ilustrador de banda desenhada e mangá, realizando também capas de livros, cartazes de igrejas, desenhos hiper-realistas, e dirijo a J da C, Ornamento de cimento, a maior Fábrica de Arte Romana do Norte/Nordeste do Brasil, onde sou gerente geral e criador gráfico. Ainda não me sinto realizado como Artista pois o meu grande sonho como o de muitos artistas brasileiros é desenhar TEX WILLER, meu grande herói. Nas minhas horas vagas toco violão, participo de teatro, pinto telas e faço exposições e pontos de cultura.
Quando nasceu o seu interesse pela Banda Desenhada?Juarez Anunciação: Desde pequeno via o meu avô lendo essa pérola chamada Tex. Eu particularmente não gostava, era fascinado pelos mangás, até que no ano de 2006 li pela primeira vez um Tex. Era a mini-série “Mercadores de Morte”! Naquele momento tornei-me um grande viciado… um doente, um apaixonado por essa banda desenhada. Sem perder tempo resolvi formar a minha colecção. O meu avô morreu e as suas revistas Tex foram jogadas fora. Consegui recuperar poucas, quase nada.
Quando descobriu Tex?
Juarez Anunciação: Na década de 90. Mais comecei a ler e coleccionar somente em 2006.

Porquê esta paixão por Tex?
Juarez Anunciação: A maneira como a história é conduzida sempre em destaque. A honestidade, criatividade, coragem, astúcia, e respeito pelas classes descriminadas, tornaram-me este fã apaixonado incondicionalmente. Quando viajo pelo Sertão brasileiro vejo as paisagens, os animais, os abutres voando no céu, relevos, vegetações rasteiras e um calor de 50 graus e imagino o Tex em seu alazão, o fiel Dinamite. Peste! A personagem Tex identifica nos pequenos detalhes as provas e desafios, a partir daí cria estratégias certeiras e esmagadoras no cumprimento de seus trabalhos e deveres.
O que tem Tex de diferente de tantos outros heróis dos quadradinhos?
Juarez Anunciação: O Humanismo. Tex não é sensacionalista como os heróis criado até os dias de hoje. Essa é a diferença. A autenticidade de como lidar com os factos passados na história, a amizade pelos seus pards, o modo como trata os povos vermelho e negro. Para Tex o que é certo é certo e o que é errado é errado no seu jeito simples de ser e de pensar. Tex é o único herói que com mais de 60 anos de aventura nunca perdeu as suas origens.
Qual o total de revistas de Tex que você tem na sua colecção? E qual a mais importante para si?
Juarez Anunciação: Tex Normal 500 edições, Tex Coleção 240, Almanaque Tex 40, Tex Ouro 30, Tex Anual 10, Tex Gigante 10 e o Tex Especial 60 anos.

Colecciona apenas livros ou tudo o que diga respeita à personagem italiana?Juarez Anunciação: Livros apenas, embora tenha também o álbum do Tex e o filme “O senhor dos abismos’’.
Qual o objecto Tex que mais gostava de possuir?Juarez Anunciação: Todas as revistas de Tex Coleção porque contam as aventuras do Ranger na cronologia exacta, na mesma maneira que saiu na Itália.
Qual a sua história favorita? E qual o desenhador de Tex que mais aprecia? E o argumentista?
Juarez Anunciação: El Muerto, o Signo da Serpente, O Passado de Kit Carson, A Triste História de Jack Tigre, Juramento de Vingança, A Vingança de Águia da Noite, O Grande Rei, A Quadrilha do Ás de Espadas, O Tigre Negro, A Marca do Dragão, Mercadores de Morte, Texas Bill, Trilhos de Sangue e tantas outras… no que diz respeito aos desenhadores gosto sobretudo de  Galep, Ticci, Nicolò, Villa e Civitelli. Já no quesito argumentistas, depois da morte de G. L  Bonelli com certeza o maior e melhor escritor do Tex é o Claudio Nizzi.
O que lhe agrada mais em Tex? E o que lhe agrada menos?Juarez Anunciação: De positivo o modo como o Ranger e seus pards têm sede de fazer a verdade vir à tona e prova disso é que por maior que seja o facto ou o acto ele é resolvido. Tex não é só um revólver veloz, é um ser humano que não julga um homem pela cor da pele, mas sim pelo carácter.
Já negativamente estranha-me muito o facto de nunca um brasileiro ter desenhado uma aventura de Tex. Na galeria do Ranger existem desenhadores italianos, espanhóis, argentinos, cubano, etc., porque não um brasileiro?

Em sua opinião o que faz de Tex o ícone que é?
Juarez Anunciação: Tex é um herói de tempos passados que brilha no presente. E há mais de 60 anos nunca deixou de ser publicado, chegando sem trégua todos esses anos nas bancas, com o mesmo carácter de sempre. Dificilmente um herói teria sobrevivido tantos anos nas bancas sem sofrer modificações criativas, como o nosso Tex.
Costuma encontrar-se com outros coleccionadores?
Juarez Anunciação: Sim! E o mais célebre deles chama-se Jessé Reis Bico de Pena, um dos grandíssimos coleccionadores brasileiros de Tex!

Para concluir, como vê o futuro do Ranger?
Juarez Anunciação: Enquanto Tex for escrito fielmente ao contexto original do faroeste, mantendo o mesmo ritmo que Gianluigi Bonelli e o sucessor dele, Claudio Nizzi, mantiveram durante todos estes anos, Tex com certeza marcará milhões de gerações futuras, pois o que marca o Tex é a originalidade e os enquadramentos perfeitos dos argumentos, coisa que não acontece com os outros heróis das BDs, que por muitos outros motivos se tornaram banais… Quanto aos desenhadores, temos Ticci um mestre da velha guarda e os brilhantes Villa e Civitelli, que vêm se tornando espelho e vitrina para a nova safra de artistas como os irmãos Cestaro, Piccinelli e outros. O futuro do Ranger mais temido do Oeste está garantido, pois sempre surgirão grandes escritores e ilustradores que contribuirão para que Tex nunca deixe de ser publicado.

Prezado pard Juarez Anunciação, agradecemos muitíssimo pela entrevista que gentilmente nos concedeu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como usar o Grafite. Seja um mestre Hiper Realista

Por; Juarez anunciação
Me adiciona lá no Facebook; https://www.facebook.com/juarez.anunciacao.16




Quem esta iniciando é normal não ter muitos materiais, mas alguns são indispensáveis como o lápis 6B, com certeza ele vai dar um resultado mai satisfatório ao trabalho, também tem o lápis 3B que não chega a ser uma prioridade mas ajuda bastante na hora de fazer tons mais claros e suaves, o esfuminho também é um material muito interessante , ele ajuda a dar efeitos importantes ao trabalho facilitando o sombreamento em algumas partes, e uma borracha de preferência macia, apenas com esses três materiais já é possível fazer um bom trabalho.


2°- UMA BOA IMAGEM Para um bom resultado no desenho de observação depende também da escolha de uma boa imagem. Uma imagem pequena ou com baixa resolução esconde detalhes importantes que podem fazer muita diferença no resultado final do seu trabalho. Então procure trabalhar com imagens nítidas, com boa resolução e tamanho adequado para que pequenos detalhes não …

Todas as Histórias da Saga Bahia-Man Universo HQ, Criada em 2003 por Juarez Anunciação

Da Redação

A gora cada time de futebol no planeta Terra é Um Super Herói.  na batalha sem fim nesse universo existe um homem de aço entre nos...

Ba-Vi é o nome que se dá ao clássico do futebol em que se enfrentam os dois principais clubes da cidade de Salvador, o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória.
É provavelmente o maior clássico da Região Nordeste do Brasil e um dos maiores do Brasil, envolvendo o Esquadrão de Aço e o Leão Rubro-Negro, em confrontos desde 18 de Setembro de 1932 (Bahia 3 x 0 Vitória) com a maior parte deles sendo disputados no Estádio da Fonte Nova.
Em nove edições do Campeonato do Nordeste, o Ba-Vi decidiu três, com duas conquistas do Vitória (1997 e 1999) e uma do Bahia (2002), sendo este o único clássico estadual a chegar na final deste campeonato regional.


Dentre os resultados recentes, porém, o Vitória tem tido superioridade sobre seu maior rival, o que em tempos anteriores ocorria ao contrário, quando a superioridade era Tricolor.
Agora é Guerra! o Ba-V…

Conheça as gêmeas que compartilham o mesmo namorado e já gastaram quase 600 mil reais para se manterem idênticas

Da Redação

Agora você vai conhecer as gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado.

Lucy e Anna DeCinque acabaram com suas poupanças em implantes mamários, injeções nos lábios, sobrancelhas e cílios falsos, para se certificarem de que se parecem exatamente uma com a outra.
As jovens de 28 anos, que nasceram apenas com um minuto de diferença uma da outra, comem as mesmas refeições, saem sempre juntas e compartilham a mesma conta no Facebook.
Gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado, se tornaram sucesso no Japão recentemente. Lucy disse: “Nós podemos até mesmo sentir a dor do outro, como no dentista, que é uma coisa de gêmeas.”



A dupla, de Perth, Austrália, atualmente está namorando o mecânico Ben Byrne.
Elas disseram ao canal Seven Sunrise: “Nós tivemos namorados separados no passado e não deu certo, mas agora é muito mais fá…