Pular para o conteúdo principal

Tex Coleção nº 410, do próximo mês de

Tex Coleção nº 410, do próximo mês de
Agostogrande destaque ao III Encontro
Nacional de Colecionadores de Tex e Zagor,
ocorrido em Tangará - Brasil

A edição brasileira de Tex Coleção número 410, que será publicada no Brasil no próximo mês de Agosto de 2016 pela Mythos Editora contém, nas suas contracapas interiores, uma matéria de duas páginas alusiva à realização ao III Encontro Nacional de Colecionadores de Tex e Zagor, ocorrido em Tangará, no estado brasileiro de Santa Catarina, com o título “ENCONTRO DE TEX E ZAGOR EM TANGARÁ-SC“,  matéria essa que o blogue do Tex dá já hoje a conhecer, conforme se pode vislumbrar de seguida:
ENCONTRO DE TEX E ZAGOR EM TANGARÁ-SC
Por: João Batista da Cunha e Dorival Vitor Lopes (texto) e Ulisses Batista de Miranda (fotos)
Esse foi o III Encontro Nacional de Colecionadores de Tex e Zagor, evento que aconteceu nos dias 23 e 24 de janeiro, no Sítio da Paz, cidade de Tangará – SC. Os anfitriões foram o amigo Pedro Bianchi, seu filho Zagor (o nome é esse mesmo) e família. O nobre e gentil Pedro e seus familiares ficaram mais de trinta dias preparando seu belo sítio para receber os pards de vários estados. Cedeu sua casa, seu armazém, um barracão e ainda um ônibus para que o pessoal pudesse se acomodar e dormir.
Representando a Mythos Editora, seguiram viagem no dia 22/01/16 João Batista da Cunha (JoãoTex) e João Marcos Manon – iria também o grande Marcos Maldonado, mas devido à saúde debilitada de sua mãe, de mais de 90 anos, não pode ir nessa aventura. E que aventura – de carro, saímos de Sorocaba às 4h30 da manhã para chegar quase às 23 horas no local. Percorrendo quase mil quilômetros, seguindo e confiando no GPS, fomos até onde conseguimos, mas chegando a 25 quilômetros do sítio perdemos o sinal do GPS – e como não tínhamos mapa, ficamos tentando chegar, perdidos em um vale todo entrincheirado de araucárias.
Após tentar três vezes, sem sucesso, desistimos e voltamos para a cidade de Videira, distante 25 km do local do encontro. Finalmente achamos um posto de bombeiros, muito prestativos, que permitiram que a gente usasse o computador deles para mandar uma mensagem via internet para ver se alguém respondia. Pedro Bianchi foi o primeiro a responder – ele havia instalado no sítio o sistema Wi-Fi e estava on line. Os bombeiros sugeriram que Pedro viesse nos buscar na estrada próxima a um grande silo, a cerca de 4 km dali. Ficamos lá esperando e logo chegou Pedro com vários amigos. Fomos para o sítio, onde estava preparada uma deliciosa refeição, sendo o prato principal traíra e rã frita.

No dia 23, sábado, começaram a chegar os pards. O grande barracão temático foi o local da confraternização entre os caubóis, muitos com suas esposas e companheiras. Nesse lugar agradabilíssimo houve exposição de material dos heróis Tex e Zagor, revistas, pôsteres e outros artigos. Vários pards levaram revistas para venda ou troca. De repente, chega um grupo grande de motociclistas – o Tex Motogrupo – liderado por Adão Ávila. Num palco na frente do barracão houve um show de músicas variadas que foi até altas horas, com o pessoal todo animado, dançando e brincando.
No dia 24 chegou mais gente e outros já seguiram viagem cedo. O almoço desse domingo foi na comunidade próxima ao sítio, onde acontecia uma festa religiosa. Reunimos todo o pessoal lá para que pudessem almoçar juntos. Eu e João Marcos, junto com mais alguns, resolvemos ficar o domingo todo e sair na segunda de madrugada. Assim, Pedro ofereceu seu armazém e sua casa na cidade de Videira para acomodar o pessoal, onde ele exibiu, todo feliz e orgulhoso, suas coleções de Tex e Zagor.
Fica aqui o agradecimento à família Bianchi e a todos os organizadores desse encontro maravilhoso e inesquecível, em especial a Jessé Bico de Pena (e família) e Wilson Sacramento. Outros pards presentes foram: Adão Ávila, Aida , Emerson Cruz e família, Valderi, Neimar, Valdivino, Júlio, Ulisses, Jô Baldino, Marcos Santos, Edison, Miguel, Edemar, Jim Halley, Robério, Zin, Nelson, Elizabeth, Neri, Universina, Leonardus, Iete, Viviane, Adeniles. Perdoem-me se esqueci alguém.
E não percam o IV Encontro Tex Brasil, no FIQ 2017, Belo Horizonte, em novembro próximo.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como usar o Grafite. Seja um mestre Hiper Realista

Por; Juarez anunciação
Me adiciona lá no Facebook; https://www.facebook.com/juarez.anunciacao.16




Quem esta iniciando é normal não ter muitos materiais, mas alguns são indispensáveis como o lápis 6B, com certeza ele vai dar um resultado mai satisfatório ao trabalho, também tem o lápis 3B que não chega a ser uma prioridade mas ajuda bastante na hora de fazer tons mais claros e suaves, o esfuminho também é um material muito interessante , ele ajuda a dar efeitos importantes ao trabalho facilitando o sombreamento em algumas partes, e uma borracha de preferência macia, apenas com esses três materiais já é possível fazer um bom trabalho.


2°- UMA BOA IMAGEM Para um bom resultado no desenho de observação depende também da escolha de uma boa imagem. Uma imagem pequena ou com baixa resolução esconde detalhes importantes que podem fazer muita diferença no resultado final do seu trabalho. Então procure trabalhar com imagens nítidas, com boa resolução e tamanho adequado para que pequenos detalhes não …

Todas as Histórias da Saga Bahia-Man Universo HQ, Criada em 2003 por Juarez Anunciação

Da Redação

A gora cada time de futebol no planeta Terra é Um Super Herói.  na batalha sem fim nesse universo existe um homem de aço entre nos...

Ba-Vi é o nome que se dá ao clássico do futebol em que se enfrentam os dois principais clubes da cidade de Salvador, o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória.
É provavelmente o maior clássico da Região Nordeste do Brasil e um dos maiores do Brasil, envolvendo o Esquadrão de Aço e o Leão Rubro-Negro, em confrontos desde 18 de Setembro de 1932 (Bahia 3 x 0 Vitória) com a maior parte deles sendo disputados no Estádio da Fonte Nova.
Em nove edições do Campeonato do Nordeste, o Ba-Vi decidiu três, com duas conquistas do Vitória (1997 e 1999) e uma do Bahia (2002), sendo este o único clássico estadual a chegar na final deste campeonato regional.


Dentre os resultados recentes, porém, o Vitória tem tido superioridade sobre seu maior rival, o que em tempos anteriores ocorria ao contrário, quando a superioridade era Tricolor.
Agora é Guerra! o Ba-V…

Conheça as gêmeas que compartilham o mesmo namorado e já gastaram quase 600 mil reais para se manterem idênticas

Da Redação

Agora você vai conhecer as gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado.

Lucy e Anna DeCinque acabaram com suas poupanças em implantes mamários, injeções nos lábios, sobrancelhas e cílios falsos, para se certificarem de que se parecem exatamente uma com a outra.
As jovens de 28 anos, que nasceram apenas com um minuto de diferença uma da outra, comem as mesmas refeições, saem sempre juntas e compartilham a mesma conta no Facebook.
Gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado, se tornaram sucesso no Japão recentemente. Lucy disse: “Nós podemos até mesmo sentir a dor do outro, como no dentista, que é uma coisa de gêmeas.”



A dupla, de Perth, Austrália, atualmente está namorando o mecânico Ben Byrne.
Elas disseram ao canal Seven Sunrise: “Nós tivemos namorados separados no passado e não deu certo, mas agora é muito mais fá…