terça-feira, 18 de agosto de 2015

Morre Fernado Fusco o Desenhista Italiano de TEX

A morte de Fernando Fusco, aos 86 anos


FERNANDO FUSCO (1929-2015)

FERNANDO FUSCO (1929-2015)

Fernando Fusco, histórico desenhador italiano, nascido em Ventimiglia a 1 de Agosto de 1929, faleceu com 86 anos nesta última segunda-feira, 10 de Agosto de 2015, por volta das 13.30, depois de alguns dias acamado em sua casa.



Fernando Fusco homenageado por Bira Dantas (para o blogue do Tex)
FERNANDO FUSCO, o mítico desenhador de Tex que se retirou nesta década (Almanacco del West 2010, “La banda dei messicani“, de Janeiro de 2010 foi a sua última história de Tex publicada na Itália), depois de  ter desenhado Tex Willer por quase 40 anos, para a Sergio Bonelli Editore, tornando-se um dos autores mais apreciados pelos fãs e coleccionadores de Tex espalhados pelo mundo para se dedicar à sua actividade predilecta, a pintura, paixão a que se dedicava desde sempre nos tempos livres entre uma e outra página do famoso Ranger e que o levou a definir-se como “um pintor emprestado à banda desenhada“, FALECEU NESTA SEGUNDA-FEIRA, 10 DE AGOSTO, com 86 anos.








Fusco no seu estúdio mostra orgulhosamente uma sua pintura
 





Natural de Ventimiglia, na Itália, onde nasceu a 1 de Agosto de 1929, dedicou-se desde muito jovem à pintura e à arte gráfica. Em 1957 ao mudar-se para Paris aprofunda a sua pesquisa artística e trabalha como ilustrador com as principais editoras europeias. Em 1970 retorna a Itália estabelecendo-se em San Giustino intensificando a sua actividade no mundo da banda desenhada,  passando a fazer parte da grande família que fica por trás do pano desenhando as aventuras de Tex em 1973.

Senhor de um traço único e original, Fusco sempre foi um dos mal amados desenhadores texianos. Mas a verdade é que o seu desenho não deixava ninguém indiferente, ou se amava ou se odiava. O seu traço era rectilíneo e algo rígido, certamente, mas era, ao mesmo tempo, um traço que se adaptava a todo o tipo de aventura e a quase todos os cenários e ambientes. O seu Tex revelava origens ticcianas, nomeadamente na expressividade do olhar, mas a sua composição procurava um  cinismo sempre latente no Ranger. Um cinismo penetrante, contagiante e até perturbador.


Fernando Fusco ladeado por dois ilustres sócios do Clube Tex Portugal: Fabio Civitelli e Francesco Micoli
Se para alguns o falecimento de Fusco representa o final de uma época, para outros, ele adquire um significado mais sentimental, porque nos habituámos a respeitar este grande profissional que soube emprestar a Tex décadas de paixão e de grandes sensações. Fusco permanecia com Ticci como um dos últimos resistentes da idade de ouro. Por si só chega para nos curvarmos e agradecer o trabalho imenso que legou a Tex.

Tex na arte de Fernando Fusco
(Para aproveitar a extensão completa das imagens acima, clique nas mesmas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Aprenda a desenhar , rostos, mãos, pes, desenho da figura humana, seja um mestre da Arte do Hiper realismo, domine essa arte

Por; Juarez anunciação Me adiciona lá no facebook galera; https://www.facebook.com/juarez.anunciacao.16 Figura humana - Proporções O...