Pular para o conteúdo principal

Cadê o Ney? cadê o Mar? O fumo entra! Brasil decepciona, perde para o México e fica com a prata no futebol masculino

Peralta, com dois gols, foi o carrasco brasileiro na decisão dos Jogos Olímpicos de Londres 2012




México derrota o Brasil e fica com o ouro no futebol

Do R7
O Brasil vai continuar na fila. Neste sábado (11), em Wembley, com atuação decepcionante e um gol relâmpago sofrido, a seleção brasileira perdeu por 2 a 1 para o México na final do futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Londres e amargou a medalha de prata. Os dois gols foram marcados pelo atacante Peralta, novo carrasco brasileiro. Hulk descontou nos acréscimos.
Foi a terceira vez em sua história que a seleção brasileira foi derrotada em uma decisão olímpica. O vice-campeonato já havia ocorrido em Los Angeles 1984, com revés para a França, e em Seul 1988, ao perder para a União Soviética.
Desta vez, porém, foi mais frustrante. Isso porque o Brasil era favorito absoluto a vencer. Conta, em sua equipe, com jovens badalados e envolvidos em transações milionárias. Contudo, faltou jogar bola. Foi um time confuso e nervoso, sem um mínimo de padrão em plena final olímpica.
Romário detona Mano: 'Espero que não volte mais'
Cosme Rímoli: Peralta ofusca Neymar e Oscar
Algo que sobrou no México. Sem Giovani dos Santos, sua principal estrela, a equipe mexicana foi solidária e deu um banho tático e de vontade no Brasil, ampliando a recente freguesia. Dos últimos 11 confrontos entre os times, os mexicanos venceram seis, empataram dois e perderam somente três.
Primeiro tempo sofrível da seleção brasileira
Quem ainda estava se acomodando no assento de Wembley perdeu o gol do México. Aos 28 segundos, Rafael se enrolou, deu passe na fogueira para Sandro e Peralta roubou a bola. O chute saiu rasteiro, no canto direito de Gabriel. Festa mexicana em Londres.
A seleção brasileira assimilou o golpe. O México sentiu isso e marcou pressão durante toda a primeira etapa, sufocando a equipe de Mano Menezes. Sem saída de bola, o time canarinho se limitou um bom período a chutões em busca de Leandro Damião.
Por que o Brasil perdeu o ouro?
Vendo sua equipe perdida e completamente dominada, Mano Menezes mexeu ainda no primeiro tempo. Aos 31min, tirou Alex Sandro e colocou Hulk, voltando ao esquema com três atacantes. O jogador tentou incendiar a partida e, aos 37min, acertou violento chute de fora da área, defendido com dificuldade por Corona.
A única boa jogada do Brasil nos 45min iniciais aconteceu aos 40min. Leandro Damião, pela primeira vez, conseguiu segurar a bola e prender um zagueiro. Fez o trabalho de pivô e rolou para Marcelo, que chutou com perigo para fora.
Peralta liquida a partida para o México
O segundo tempo começou dando a falsa impressão de que o Brasil reagiria. Neymar deu sinais de que estava mais aceso, procurando o jogo e sendo parado com faltas. Mas foi só. Os erros persistiram e o México sempre foi mais perigoso.
Para se ter ideia da péssima jornada brasileira, até mesmo o capitão Thiago Silva vacilou. Aos 18min, foi desarmado dentro da grande área e Fabian acertou o travessão. O mesmo Fabian quase marcou aos 26min, quando Gabriel saiu mal e o jogador cabeceou raspando a trave.
Mano Menezes tentou mudar algo no apático time e tirou Sandro, colocando Alexandre Pato, aos 27min. Três minutos depois, Peralta subiu sozinho na área brasileira e ampliou o marcador.
No fim, Rafael e Juan bateram boca em campo, retratando o desespero brasileiro. O lateral-direito foi substituído por Lucas. Nos acréscimos, Hulk ainda descontou. Em seguida, Oscar, sozinho na pequena área, cabeceou para fora o sonho do Brasil.

O R7 transmite os Jogos Olímpicos de Londres ao vivo, em cinco canais exclusivos, 24 horas por dia. E durante os Jogos, além da transmissão ao vivo e com sinais exclusivos, você encontra no portal os vídeos de todos os melhores momentos da maior disputa esportiva do mundo. Até o dia 12 de agosto, Olimpíada é no R7, Record e Record News, os canais oficiais de Londres.
FICHA TÉCNICA
BRASIL 1 x 2 MÉXICO

Local: Estádio de Wembley, em Londres (Inglaterra)
Data: 11 de agosto de 2012, sábado
Horário: 11 horas (de Brasília)
Público: 86.162 pessoas
Árbitro: Mark Clattenburg (Inglaterra)
Assistentes: Stephen Child e Simon Beck (ambos ingleses)
Cartões amarelos: Marcelo (Brasil); Vidrio, Reyes e Israel Jiménez (México)
Gols: BRASIL: Hulk, aos 46 minutos do segundo tempo
MÉXICO: Peralta, aos 30 segundos do primeiro tempo e aos 30 minutos do segundo tempo.
BRASIL: Gabriel; Rafael (Lucas), Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro (Alexandre Pato), Rômulo, Alex Sandro (Hulk) e Oscar; Neymar e Leandro Damião
Técnico: Mano Menezes
MÉXICO: Corona; Israel Jiménez (Vidrio), Mier, Reyes e Chávez; Enríquez e Salcido; Aquino (Ponce), Herrera e Fabian; Peralta (Raul Jiménez)
Técnico: Luis Fernando Tena

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como usar o Grafite. Seja um mestre Hiper Realista

Por; Juarez anunciação
Me adiciona lá no Facebook; https://www.facebook.com/juarez.anunciacao.16




Quem esta iniciando é normal não ter muitos materiais, mas alguns são indispensáveis como o lápis 6B, com certeza ele vai dar um resultado mai satisfatório ao trabalho, também tem o lápis 3B que não chega a ser uma prioridade mas ajuda bastante na hora de fazer tons mais claros e suaves, o esfuminho também é um material muito interessante , ele ajuda a dar efeitos importantes ao trabalho facilitando o sombreamento em algumas partes, e uma borracha de preferência macia, apenas com esses três materiais já é possível fazer um bom trabalho.


2°- UMA BOA IMAGEM Para um bom resultado no desenho de observação depende também da escolha de uma boa imagem. Uma imagem pequena ou com baixa resolução esconde detalhes importantes que podem fazer muita diferença no resultado final do seu trabalho. Então procure trabalhar com imagens nítidas, com boa resolução e tamanho adequado para que pequenos detalhes não …

Todas as Histórias da Saga Bahia-Man Universo HQ, Criada em 2003 por Juarez Anunciação

Da Redação

A gora cada time de futebol no planeta Terra é Um Super Herói.  na batalha sem fim nesse universo existe um homem de aço entre nos...

Ba-Vi é o nome que se dá ao clássico do futebol em que se enfrentam os dois principais clubes da cidade de Salvador, o Esporte Clube Bahia e o Esporte Clube Vitória.
É provavelmente o maior clássico da Região Nordeste do Brasil e um dos maiores do Brasil, envolvendo o Esquadrão de Aço e o Leão Rubro-Negro, em confrontos desde 18 de Setembro de 1932 (Bahia 3 x 0 Vitória) com a maior parte deles sendo disputados no Estádio da Fonte Nova.
Em nove edições do Campeonato do Nordeste, o Ba-Vi decidiu três, com duas conquistas do Vitória (1997 e 1999) e uma do Bahia (2002), sendo este o único clássico estadual a chegar na final deste campeonato regional.


Dentre os resultados recentes, porém, o Vitória tem tido superioridade sobre seu maior rival, o que em tempos anteriores ocorria ao contrário, quando a superioridade era Tricolor.
Agora é Guerra! o Ba-V…

Conheça as gêmeas que compartilham o mesmo namorado e já gastaram quase 600 mil reais para se manterem idênticas

Da Redação

Agora você vai conhecer as gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado.

Lucy e Anna DeCinque acabaram com suas poupanças em implantes mamários, injeções nos lábios, sobrancelhas e cílios falsos, para se certificarem de que se parecem exatamente uma com a outra.
As jovens de 28 anos, que nasceram apenas com um minuto de diferença uma da outra, comem as mesmas refeições, saem sempre juntas e compartilham a mesma conta no Facebook.
Gêmeas mais idênticas do mundo, que gastaram quase 600 mil reais em cirurgia plástica e até mesmo compartilham o mesmo namorado, se tornaram sucesso no Japão recentemente. Lucy disse: “Nós podemos até mesmo sentir a dor do outro, como no dentista, que é uma coisa de gêmeas.”



A dupla, de Perth, Austrália, atualmente está namorando o mecânico Ben Byrne.
Elas disseram ao canal Seven Sunrise: “Nós tivemos namorados separados no passado e não deu certo, mas agora é muito mais fá…